ESTADO DE GREVE: COLETIVOS PODEM SER PARALISADOS EM SALVADOR NA QUINTA-FEIRA, 17 DE MAIO

O Sindicato dos Rodoviários da Bahia convocou uma reunião com a categoria para quinta-feira (17), onde será deliberado o estado de greve. Segundo Daniel Mota, diretor de comunicação do sindicato, os rodoviários podem, por lei, parar 72 horas após a comunicação prévia, mas a categoria deve avaliar o melhor momento para a paralisação.

“Eu espero que eles usem o bom senso e convoquem a gente para dizer, realmente, que tem alguma proposta defensável. Porque a proposta que eles fizeram até agora foi tirar um domingo dos trabalhadores, implantar o banco de horas, ao invés de pagar 100% da hora extra, dá uma folga normal, e tirar o cobrador. Olha que absurdo, eles querem fazer um experimento e tirar os cobradores dos ônibus gradativamente das linhas que não tem movimento, ou seja, eles querem extinguir o cobrador. A gente achou isso um absurdo e entende que se manter isso, a categoria vai fazer greve mesmo, está se preparando”, explicou o diretor.

Ainda de acordo com Mota, na sexta-feira, o sindicato se reuniu com o representante dos empresários para tratar algumas pendencias dos trabalhadores e cobrar o cumprimento do acordo coletivo, mas não chegaram a um acordo. “Ele reiterou essa proposta estapafúrdia, inclusive, colocou no papel”.