SURTO MISTERIOSO: CASOS DE DERMATITE (COCEIRAS E ERUPÇÕES VERMELHAS) SÃO REGISTRADOS EM SALVADOR E DIVERSAS CIDADES DO INTERIOR

 

Os casos de dermatite registrados  no bairro  Patamares, que provocam coceira e erupções vermelhas já se espalharam para diversos bairros de Salvador e municípios baianos. O secretario da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, disse que moradores de outros municípios também apresentam sintomas da doença.

“Lauro de Freitas teve um caso de exantema e prurido. Algumas cidades da região do baixo sul também. Por enquanto todos os exames normais. Colheram mais amostras para análise no laboratório central”, explicou o secretario.

A doença foi registrada primeiro no condomínio de luxo da capital. O Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) da Secretaria Municipal tomou conhecimento sobre o assunto no dia 05 de outubro. As causas do surto ainda não foram identificadas.

As secretarias do Estado e dos municípios ainda divergem sobre números. Em Patamares, no condomínio Greenville foram  79 casos e que não há registros em outros bairros. Já dados da Sesab apontam 17 casos, sendo apenas seis no condomínio de Patamares e os outros 11 nos bairros de Canabrava, Canela, Pau da Lima, Fazenda Grande II, Jardim das Margaridas, Dom Avelar, Cajazeiras, São Marcos e Lauro de Freitas. Esses pacientes deram entrada no Hospital São Rafael.

O secretário afirmou, ainda, que a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVEP) coletou amostras de pacientes, que deram negativos para zika virus, dengue, chinkunguya e sarampo. Fábio Vilas-Boas explicou que a Vigilância Epidemiologica de Salvador é responsável pela investigação dos casos na capital. Ele afirmou, ainda, que o município só notificou três casos para a Sesab.

 

A cidade de Dias d’Ávila já se movimenta no sentido de enfrentar o problema – conforme noticiado anteriormente no Dias d’Ávila Acontece.