MINISTRO DA CULTURA DO GOVERNO, SÉRGIO SÁ LEITÃO, SE POSICIONA CONTRA MP ASSINADA PELO PRESIDENTE TEMER

O ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, pode estar prestes a colocar o seu cargo à disposição nesta terça-feira (12). De acordo com a Agência Brasil, Sérgio Sá cancelou um compromisso que teria no Rio de Janeiro, e mais cedo, divulgou uma nota oficial classificando como “equívoco” a decisão do governo, efetivada via medida provisória (MP), que transfere recursos da Cultura para o recém-criado Sistema Único de Segurança Pública (Susp).

Sobre a MP assinada pelo presidente Michel Temer nesta segunda-feira (11), o ministro afirmou que essa ação “põe em risco esta política e penaliza injustamente o setor cultural”. Ele ainda falou que irá lutar contra a proposta do governo no Congresso e que essa medida reduz de forma drástica a participação do Fundo Nacional de Cultura na receita das loterias federais. Sérgio Sá reconheceu a importância do investimento em segurança pública no “momento crítico que o país vive”, mas frisou que o combate à violência não deve se dar “em detrimento da cultura”.