POSTO DE ATENDIMENTO DA COELBA DE DIAS D’ÁVILA SERÁ FECHADO DIA 30 DE MAIO

 

E os Posto de Atendimento da Coelba em Dias d’Ávila está com os dias contados para ficar aberto. Segundo informações, o mesmo deverá ser fechado em Dias d’Ávila e todo atendimento neste setor deverá ser feito na cidade de Camaçari.

 

Normalmente o Posto de Atendimento da Coelba, situado no Posto de Combustível no centro da cidade, na Avenida Raul Seixas em frente a Clínica Santa Helena é movimentado e o mesmo fica sempre cheio – por diversos motivos como: pessoas reclamando pelo valor exorbitante da conta, pedindo religamento de luz, requerendo segunda via, pagamentos, solicitando pontos de energia, consultas, entre outras coisas. Vale lembrar que a população de Mata de São João também utiliza o referido estabelecimento para resolver seus problemas.

 

Sem o existência do referido posto por aqui, que já atende uma população da Cidade das Águas que é de quase 90 mil pessoas, somadas ainda ao pessoal de Mata de São João  – somarão a população de Camaçari que ainda é muito maior. A demora no atendimento por lá será triplicada, os gastos serão maiores, o tempo tomado e dispensado para resolver os problemas na Coelba serão bem superiores. Ou seja – o transtorno é imensurável. Sem falar na regressão que a cidade terá – pois se convive aqui com apagões inexplicáveis em diversos lugares e a solução destes problemas serão colocados em segundo plano para serem resolvidos estando situados em Camaçari.

 

E na Sessão Ordinária do dia 9 de maio, o Vereador Marant Azevedo levou a questão em pauta e teve a adesão dos demais vereadores na reclamação junto à referida concessionária pelo não fechamento do posto em Dias d’Ávila. Com a informação de que o posto só irá funcionar até o dia 30 de maio, o edil entrou com uma solicitação para que o legislativo do município buscasse se mobilizar junto ao gerente geral da Coelba para impedir tal fechamento. O Vereador Dr José Carlos pontuou até mesmo a necessidade de uma Audiência Pública sobre o assunto.

 

Segundo o Vereador Marant, os funcionários já foram demitidos e os que ainda não foram estão pra ser até o final do mês. O vereador alerta que além de ser um grande retrocesso em uma cidade em progresso, será um grande problema para os cidadãos que “terão que se deslocar para a cidade de Camaçari”.