MANCHAS DE PETRÓLEO SÃO VISTAS EM MATA DE SÃO JOÃO, CAMAÇARI E JÁ CHEGA A SALVADOR

Compartilhe suas Notícias Preferidas!

A população de Salvador que pretende ir e que frequenta as praias deve ficar atenta e evitar acessar os locais que estejam afetadas por manchas de óleo, material que vem atingindo o litoral do Nordeste desde o fim de agosto e chegou à capital baiana na noite da quinta-feira (10). 

Até o início da tarde desta sexta-feira (11), seis locais já haviam sido atingidos: Praia do Flamengo, Jardim de Alah, Jardim dos Namorados, Piatã, Itapuã e Buracão (Rio Vermelho). Anteriormente, a mancha fora detectada nas praias de Esplanada, Entre Rios, Mata de São João e Camaçari.

A orientação aos banhistas para, caso encontrem  mancha de óleo na água ou na areia, evitem tocar o material e informem a situação a um salva-vidas ou através do telefone 156.

Em situações que envolvam animais afetados pelo petróleo, o contato pode ser feito com a Guarda Civil Municipal pelo telefone (71) 3202-5312, ou com a Polícia Ambiental, no número 190, a qualquer hora do dia. O Ibama também poderá ser acionado pelo (71) 3172-1650.

Os agentes da Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) também estão de plantão 24h para fazer a limpeza em todas as praias da cidade. O órgão também pode ser acionado pelo número 156. Em caso de reação alérgica no toque ou ingestão do óleo, basta entrar em contato com uma unidade de saúde.