23 de janeiro de 2021

DIAS D'ÁVILA ACONTECE

14 ANOS FAZENDO A NOTÍCIA DE SUA CIDADE

DOS 16 CANDIDATOS APOIADOS POR BOLSONARO, 12 PERDERAM A ELEIÇÃO

Compartilhe suas Notícias Preferidas!
Please follow and like us:

O presidente Jair Bolsonaro sofreu importante derrota nas eleições municipais deste ano. Dos 16 candidatos a prefeito apoiados por ele, 12 perderam as disputas. Aliado de Bolsonaro, o prefeito do Rio, Marcelo Crivella (Republicanos), não conseguiu se reeleger, sendo ultrapassado por Eduardo paes (DEM).

Marcelo Crivella (Republicanos), Celso Russomanno (Republicanos) e Capitão Wagner (PROS): candidatos apoiados por Jair Bolsonaro e que perderam as disputas em suas cidades.

Em São Paulo, o deputado Celso Russomanno (Republicanos), não passou do primeiro turno. No Palácio do Planalto, porém, auxiliares do presidente minimizaram o revés político, sob o argumento de que o chefe do Executivo não participou diretamente das campanhas.

Nesse segundo turno, Bolsonaro viu apenas Tião Bocalom (PP), em Rio Branco (AC), e Roberto Naves (PP), em Anápolis (GO), serem eleitos. Outros candidatos para os quais ele pediu votos não tiveram bom desempenho nas urnas. Também apadrinhados pelo presidente, Capitão Wagner (PROS), em Fortaleza, e Delegado Eguchi (Patriota), em Belém, foram derrotados.

Em Belo HorizonteBruno Engler (PRTB) perdeu ainda na primeira rodada, a exemplo de Russomanno. Naquela etapa da campanha, o apoio de Bolsonaro surtiu efeito apenas em Ipatinga (MG), com a eleição de Gustavo Nunes (PSL), e em Parnaíba (PI), com Mão Santa (DEM).

Na avaliação de assessores do presidente, a participação dele se resumiu a indicar votos, atendendo a pedido de aliados. O Planalto cita a derrota de ontem do PT em todas as capitais que disputava como exemplo de que a esquerda foi a grande perdedora destas eleições.

Para esses interlocutores, o resultado eleitoral também mostrou que foi acertada a decisão do presidente de se aproximar do Centrão, grupo político que aumentará o número de prefeituras sob seu comando a partir de 2021.

Voto impresso

Bolsonaro criticou ontem duramente as urnas eletrônicas, insinuou que o atual sistema não é confiável e defendeu a apuração pública dos votos. “Eu, como presidente da República, quero voto impresso já”, afirmou ele. O presidente também disse ter informações de que houve fraude na eleição nos Estados Unidos, onde Joe Biden derrotou o presidente Donald Trump. Lá, o voto é impresso.

Logo após votar, na Escola Municipal Rosa da Fonseca, na Vila Militar, zona Oeste do Rio, Bolsonaro disse estar conversando com líderes da Câmara e do Senado sobre a necessidade de retorno do voto impresso. Para ele, as mudanças dependem somente de um acordo entre o Executivo e o Legislativo.

“Eu ganhei em 2018 só porque tinha muito, mas muito mais votos. Tinha reclamações de que o cara queria votar no 17 (número do PSL, que à época era seu partido) e não conseguia. Vão querer que eu prove. É sempre assim. O cara botava um pingo de cola na tecla 7, um tipo de adulteração”, afirmou o presidente, que sempre disse ter vencido aquela disputa contra Fernando Haddad no primeiro turno. “E digo mais: a apuração tem de ser pública, e não feita por meia dúzia de pessoas. O TSE tem a obrigação de entregar os boletos de urna.”

Veja o desempenho de candidatos apoiados por Bolsonaro

Candidatos a prefeito eleitos no segundo turno:

  • Roberto Naves (PSL) – Anápolis (GO)
  • Tião Bocalon (PP) – Rio Branco (AC)

Candidatos a prefeito eleitos no primeiro turno:

  • Gustavo Nunes (PSL) – Ipatinga (MG)
  • Mão Santa (DEM) – Parnaíba (Piauí)

Candidatos a prefeito que perderam no segundo turno:

  • Marcelo Crivella (Republicanos) – Rio de Janeiro
  • Capitão Wagner (PROS) – Fortaleza
  • Delegado Eguchi (Patriota) – Rio Branco

Candidatos a prefeito não eleitos:

  • Celso Russomanno (Republicanos) – São Paulo
  • Bruno Engler (PRTB) – Belo Horizonte
  • Delegada Patrícia (Podemos) – Recife
  • Coronel Menezes (Patriota) – Manaus
  • Ivan Sartori (PROS) – Santos (SP)
  • Oscar Rodrigues (MDB) – Sobral
  • Júlia Zanatta (PL) – Criciúma
  • Doutor Serginho (Republicanos) – Cabo Frio
  • Morgana Macena (MDB) – Cabedelo (PB)
Follow by Email
Pinterest
Instagram