Compartilhe suas Notícias Preferidas!
Please follow and like us:

Início da campanha depende de aprovação das vacinas por parte da Anvisa em evento que ocorre domingo

 
 
Vacina Covid-19
 
 

A campanha nacional de vacinação contra a Covid-19 começa na quarta-feira segundo o ministro Eduardo Pazuello. Em reunião com 140 prefeitos, o ministro disse que, caso a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprove o uso emergencial de duas vacinas no domingo, a vacinação terá início três dias depois. 

Na reunião, o ministro afirmou que 2 milhões de doses da Coronavac, imunizante fabricado pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan serão distribuídos aos Estados na terça-feira e, com isso, a campanha terá início na quarta-feira, às 10h. A imunização será feita de forma simultânea e gratuita em todo o país. 

 

Um avião decolará entre hoje e sexta-feira para buscar as doses da vacina na Índia. A previsão de retorno é até domingo.

Outros 6 milhões de doses da vacina de Oxford feita em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) serão distribuídos ao longo de janeiro. Isso significa que 8 milhões de doses serão entregues aos Estados até o fim do mês. Para fevereiro, a estimativa é que mais 30 milhões de doses sejam entregues aos municípios. Em abril, outros 80 milhões.

O primeiro grupo a ser vacinado deve ser formado por profissionais de saúde, idosos em asilo e indígenas. Em seguida, idosos com mais de 75 anos. 

O ministro afirmou aos prefeitos que as doses da vacina serão distribuídas proporcionalmente às populações dos Estados. Isso significa que Minas Gerais deve receber cerca de 800 mil doses ainda em janeiro, o que garante a vacinação de 400 mil pessoas, uma vez que cada pessoa receberá duas doses dos imunizantes.

Follow by Email
Pinterest
Instagram