SENADOR ANGELO CORONEL (PSD) NEGA ENVOLVIMENTO EM ESQUEMAS DE VENDAS DE SENTENÇAS

SENADOR ANGELO CORONEL (PSD) NEGA ENVOLVIMENTO EM ESQUEMAS DE VENDAS DE SENTENÇAS

Compartilhe suas Notícias Preferidas!
Please follow and like us:

O senador Angelo Coronel (PSD) classificou como “mentirosa” a delação da desembargadora Sandra Inês e de Vasco Rusciolelli que o cita como um dos envolvidos no esquema de compra de sentenças. A versão foi tornada pública nesta quinta-feira (14), após a divulgação da homologação do acordo .

De acordo com o documento, o parlamentar teria pagado R$ 50 mil pelo favorecimento à empresa Sabore Cia, ligada ao deputado estadual Diego Coronel (PSD), através da concessão de uma decisão liminar. A ação em questão foi impetrada contra gestores da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) e à direção do Hospital Geral do Estado (HGE) pela contratação do fornecimento de alimentação na unidade hospitalar.

“Não estive com o tal do advogado Júlio e a delação está tão mentirosa que, em nenhum momento, a desembargadora Sandra Inês se deu por impedida”, argumentou o senador. Segundo ele, o processo em questão já estava nas mãos do desembargador Baltazar Miranda, que deliberou negativamente em relação à empresa alimentícia.

Coronel afirmou que a delatora estaria “mentindo vergonhosamente e com desvio de conduta e caráter” para macular sua imagem. Além disso, ele negou conhecer ou ter qualquer tipo de encontro com Sandra Inês, Vasco Rusciolelli ou com o advogado Júlio Cavalcanti – tido como o operador da negociação.

A informação de que a empresa era de propriedade de Diego Coronel também foi negada pelo senador: “A Sabore, à época, tinha 25% da empresa da esposa de Diego. Isso há dois anos”. “Vamos entrar na Justiça contra essa mentira deslavada”, finalizou.

error: Content is protected !!